Como sair do sedentarismo? 5 passos para mudar

Quantas vezes pensou em deixar o sedentarismo de lado? Você não está sozinho! A cada dia, mais pessoas sentem a necessidade de buscar uma vida mais ativa, e por isso estamos aqui para ajudar.

Separamos as melhores dicas e informações adicionais para tornar esse novo estilo de vida mais prazeroso e fácil.

O que é sedentarismo?

O sedentarismo é caracterizado pela falta ou ausência de atividades físicas. Uma pessoa passa a ser considerada sedentária quando não consegue gastar cerca de 2.200 calorias por semana. Diariamente, um indivíduo ativo deve gastar no mínimo 300 calorias com atividades físicas.

Se você é sedentário, não se culpe. As facilidades e tentações do mundo moderno tornam a nossa vida mais prática e apressada. O pouco tempo que sobra para ter uma vida ativa é trocado por momentos de descanso, afazeres domésticos ou procrastinação.

Depois de um dia cansativo de trabalho, em que passou o tempo inteiro sentado em frente a um computador, o que você faz?

A rotina cansativa interfere na disposição de uma pessoa, se precisar escolher entre uma caminhada ou uma partida de videogame, provavelmente vai optar pela segunda alternativa. É mais cômodo não sair de casa, principalmente se você mora longe de parques ou reside em uma grande cidade.

O sedentarismo na adolescência também é algo que vem preocupando bastante os especialistas na área da saúde. A cada dia, mais jovens trocam bicicletas por tablets, por exemplo.

Essa mudança de comportamento gera riscos à saúde, principalmente na fase onde o corpo e a mente estão em pleno processo de desenvolvimento.

Causas do sedentarismo

As causas são diversas, porém todas elas estão relacionadas ao consumo excessivo de alimentos e a falta de atividades físicas. Procure se alimentar de uma forma mais leve, opte por uma nutrição rica em vitaminas e nutrientes que favorecem a digestão e ingestão de energia.

Existem formas simples de contribuir para uma mudança de vida: caminhe de casa até o trabalho, faça os serviços domésticos, passeie no parque etc.

Consequências do sedentarismo

A lista de riscos derivados da falta de atividade física é extensa. Podemos citar doenças causadas pelo sedentarismo como: problemas cardiovasculares, osteoporose, diabetes, obesidade, aumento do colesterol ruim, hipertensão, infarto do miocárdio.

Para se ter ideia, o sedentarismo aumenta em média 54% as chances de uma pessoa ter infarto, enquanto o risco de derrame cerebral aumenta em 50%. Em níveis mais altos, o sedentarismo pode causar morte súbita.

Chega de ser sedentário!

Faça exercícios físicos pelo menos três vezes por semana, em alguns casos, mude também a dieta. Mas antes de tudo isso, procure um médico, faça exames e encontre as atividades que não irão gerar nenhum tipo de dano ao seu corpo.

Recomendamos que tenha o acompanhamento de profissionais específicos, médico do esporte, personal trainer e um nutricionista.

O médico do esporte vai analisar seu histórico clínico, dessa forma ele poderá pedir exames e recomendar os exercícios corretos. A parte de execução das atividades físicas ficam por conta do personal e, por último, o nutricionista, que recomenda a alimentação correta —  composta por carboidratos, proteínas e vitaminas que irão complementar o tratamento.

Como acabar com a preguiça

Evite passar muito tempo parado, sempre que puder faça uma caminhada, por menor que ela seja, já irá ajudar. Pequenas atitudes, como levantar para ir até a cozinha, iniciam uma mudança e quebram a inércia, promovendo o mínimo de exercício físico e aumentando a qualidade de vida.

Alongue-se durante o dia, mesmo em casa, na faculdade ou no trabalho. Estudos comprovam que pequenas doses de atividades físicas são capazes de aliviar a tensão, além de ajudar no processo de relaxamento e concentração.

Se a sua preocupação é a falta de disposição, procure valorizar seu sono, dormindo o recomendado. Beba água, principalmente pela manhã, dessa forma vai ativar o funcionamento correto do organismo.

  • Share post